O Santo de Casa desse mês é mais uma daquelas pessoas com projetos legais que vêm parar na Aldeia. O André Caliman, coworker desde julho, é quadrinista, faz ilustrações e caricaturas, dá aula de quadrinhos na Gibiteca e atualmente dedica boa parte do seu tempo à HQ Revolta!, que esteve recebendo contribuições no Catarse, chegou a ultrapassar a meta em mais de R$1500,00, e, ainda neste ano vai ser publicada em forma de livro.

Postada mensalmente desde outubro neste blog, a série começou de maneira despretensiosa, quando o André decidiu que queria fazer um trabalho autoral que se passasse em Curitiba. A história, que retrata locais da cidade o Palácio Iguaçu e o bar Chinasky, é uma espécie da manifesto contra a apatia diante dos absurdos que acontecem na política e começa quando um “mascarado metido a super-herói” assassina o governador.

Nos capítulos seguintes, os amigos do dito herói encontram uma lista negra de políticos corruptos para serem “cuidados” e assumem a missão. A trama ganhou novos contornos e um gás a mais no meio do ano, quando as manifestações tomaram conta do Brasil e de Curitiba. “A HQ continua sendo ficção, mas agora também trata dessa revolta real.” comenta.

A repercussão do trabalho até agora foi bastante positiva. Segundo ele “recebo muitos comentários no blog. O pessoal entra, lê e comenta cada capítulo. E desde o começo eu imprimo páginas e colo na rua como lambe-lambe, então o pessoal vê bastante.”

capa do quadrinho "revolta" escrito por André Caliman

Quando fala da importância de um trabalho autoral como o Revolta!, André, que trabalha com quadrinhos há sete anos, conta que, diferente dos Estados Unidos, onde há um consumo intenso de HQs periódicas, o mercado Brasileiro tende a ser mais receptivo a trabalhos autorais, e são produzidos também quadrinhos institucionais, os quais ele também produz.

Curtiu o André? Acompanhe o trabalho dele no site andrecaliman.com.